CNPJ para médico

Formar-se médico não costuma ser uma tarefa fácil, afinal, são anos de incansáveis estudos e práticas constantes, tudo para oferecer o melhor para seus pacientes. Após esse período, existe ainda uma série de questões práticas a serem resolvidas, sendo uma delas a abertura do Cadastro Nacional da Pessoal Jurídica, também conhecido como CNPJ.  

De forma geral, é através desse cadastro que a Receita Federal consegue realizar a identificação de qualquer empresa, além de verificar toda movimentação financeira da mesma.  

Mas, o que isso significa exatamente? Simples: que o seu negócio só existe, de forma legal, a partir deste número, assim como uma pessoa só existe de forma comprovada com um CPF em mãos.  

Agora que ficou clara a importância de um CNPJ para médico, que tal descobrir suas principais vantagens e tributações de maneira simples e sem perder tempo? Para isso, é só tirar alguns minutos e acompanhar nosso artigo abaixo! 

O mercado está em expansão e você precisa fazer parte dele! 

Não é novidade que a área médica está em constante crescimento, mostrando-se uma opção quase que certa de investimento. Prova disso, são os últimos dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que mostram que o setor é responsável por 9,2% de todo o PIB brasileiro.   

Um mercado como esse, por consequência, exige um número cada vez maior de profissionais. Atualmente, são mais de 4,5 milhões de pessoas trabalhando nesta esfera, número que deve crescer ainda mais nos próximos anos, visto a recente demanda global. 

Para aproveitar este momento, é imprescindível investir na abertura de um CNPJ para médico, já que, em posse deste registro, é possível prestar serviço tanto para empresas públicas quanto privadas, que costumam (em sua maioria) realizar a contratação na forma de PJ (Pessoa Jurídica). 

Mas, é realmente vantajoso obter um CNPJ para médico? 

Quando um médico decide abrir sua empresa há um certo caminho a percorrer. Caminho esse que, inevitavelmente, apresentará vantagens e desvantagens, como as que veremos a seguir. Acompanhe! 

Principais vantagens de possuir um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica 

  1. Maiores oportunidades para atuar na profissão 

O profissional que atua com o uso de um CNPJ para médico pode prestar serviço em diversos lugares, não apenas em hospitais, como muitos acreditam. Isso porque, há um número incontável de clínicas que preferem tais profissionais, já que isso reduz seus gastos e torna os contratos flexíveis. 

Um médico PJ ainda pode abrir o próprio consultório, alcançando seu público de maneira independente e trabalhando sob seus próprios termos.  

Resumindo, você encontrará um número muito maior de oportunidades na área, o que aumentará a sua experiência e lhe permitirá optar pelas vagas que mais lhe agradam.  

  1. Faturamento promissor 

Quando se é um médico atuando com CNPJ, é possível gerenciar a sua própria escala e decidir como e onde irá trabalhar. O que isso significa? Que é possível estender seus horários, ou ainda, prestar serviço em mais de um lugar, tendo como consequência o aumento de seu faturamento.  

  1. Rotina 100% flexível 

Antes de mais nada, é preciso entender que rotina flexível não quer dizer menos ou mais trabalho para um profissional que possui um CNPJ para médico, certo? Na verdade, isso significa, simplesmente, que ele tem total autonomia sobre suas horas de serviço.  

Horário comercial? Dias alternados? Meio período? Com um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica é você quem escolhe quando, como e onde estará! 

  1. Impostos reduzidos 

De modo geral, os médicos que trabalham como PJ possuem taxas menores de impostos a serem pagas do que os profissionais que atuam como Pessoa Física, por exemplo. Mas, vamos com calma! No próximo tópico você verá esses números de maneira mais clara. Combinado? 

Mesmo assim, já tenha em mente que é indispensável a ajuda de um contador nesse momento, para que tais impostos sejam diminuídos ao máximo e para que o seu negócio seja enquadrado no regime mais vantajoso.  

Existe alguma desvantagem no uso do CNPJ? 

Apesar de ser a melhor opção em boa parte dos casos, abrir um CNPJ para médico significa que o profissional não terá acesso a determinados benefícios, como FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), férias remuneradas e 13º salário.   

No entanto, é preciso lembrar que os ganhos costumam ser maiores para Pessoas Jurídicas, ou seja, uma coisa acaba compensando a outra. 

Como é feita a tributação de médicos que utilizam CNPJ? 

A tributação para médicos que trabalham como PJ não precisa ser uma verdadeira dor de cabeça. Ainda que você não compreenda os valores e porcentagens que fazem parte desses cálculos, um contador experiente pode lhe auxiliar tranquilamente, tirando todas as suas dúvidas.  

Tudo começa pelo recolhimento do Imposto de Renda, que deve ser realizado pelo próprio CNPJ do profissional, ou seja, pela sua empresa. Nesse caso, é possível enquadrar seu negócio em diferentes regimes, como o Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.  

No caso do primeiro, geralmente o mais optado por profissionais liberais, os valores a serem pagos são os seguintes: 

  • IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica); 
  • CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido); 
  • PIS (Programa de Integração Social); 
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social); 
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária); 
  • ISS (Imposto Sobre Serviços).  

Tais impostos estão presentes em uma guia única do DAS, o famoso Documento de Arrecadação do Simples Nacional, incidindo sobre o faturamento total do negócio. Mas, preste atenção! Esses valores podem ser variáveis, levando em consideração o montante do seu pró-labore dividido por todo o seu faturamento em um período de um ano.  

Ou seja, toda vez que o resultado desta conta for superior a 28%, sua tributação será em alíquotas menores, partindo de 6%. Entretanto, se for inferior, as alíquotas iniciais podem partir de 15,5%. 

Quem possui um CNPJ para médico ainda precisa pagar o INSS, que incide sobre o pró-labore citado anteriormente, com alíquota de 11%, chegando a um valor que não ultrapasse R$ 707,69 de desconto total.  

Assim, fica claro o motivo pelo qual um médico precisa de um bom contador. Afinal, ele não pode optar por ser MEI (Microempreendedor Individual), o que exigirá ainda mais atenção com os números de sua empresa.  

No final das contas, possuir um CNPJ para médico, apesar de soar como algo complexo (não se engane, pois não é), pode ser extremamente vantajoso, abrindo novas oportunidades e tornando o seu serviço mais profissional! 

Se você quer compreender melhor tudo o que envolve a contabilidade para o setor médico, fique de olho no nosso blog e acesse outros conteúdos como esse. Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com a gente agora mesmo! 
 

1 comentário em “CNPJ para médico”

  1. Pingback: Médico pode ser MEI?

Comentários encerrados.

Rolar para cima