5 vantagens para o médico abrir sua empresa

Um caminho natural após a graduação para o médico é abrir sua empresa e começar um trabalho liberal, longe de clínicas e hospitais. Afinal, com o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) em mãos, o profissional pode decidir como prestar serviços aos seus pacientes.

Isso porque, o caminho do médico é se tornar um funcionário contratado de acordo com as regras do regime CLT, prestar serviços para clínicas e hospitais de forma autônoma ou então, abrir sua própria empresa e atuar da maneira que decidir.

Mas afinal, para o médico que opta por abrir sua própria empresa, quais são as vantagens? Se você está pensando em se tornar um médico empreendedor, confira este post até o final!

1. Criar mais oportunidade de trabalho

Para um médico, abrir uma empresa não significa somente que o foco é começar um consultório. Isso porque, o profissional com CNPJ é mais requisitado pelo mercado, expandido as oportunidades de plantões em cínicas e hospitais.

Afinal, muitos desses estabelecimentos somente contratam médicos que possuem empresa aberta e, consequentemente, pode emitir nota fiscal pelos serviços prestados.

As oportunidades são maiores, pois as clínicas não querem plantonistas que tenham vínculo de trabalho CLT, uma vez que o regime de plantão é diferenciado. Além disso, os encargos e tributos para profissionais freelancers ou plantonistas é menor, tanto para a empresa, quanto para o médico.

Portanto, se o profissional está com o CRM ativo e pronto para dar plantões em diferentes clínicas e hospitais, o primeiro passo é abrir uma empresa e conseguir o CNPJ.

2. Flexibilizar e organizar a rotina

A autonomia de agenda e flexibilidade para montar uma grade de atendimento aos pacientes, até mesmo em diferentes consultórios, é uma grande vantagem para o médico.

Ao contrário do que se pensa sobre empreender, a qualidade de vida para um médico com a sua própria empresa pode ser muito maior. Evitar os horários definidos pelas clínicas e o regime de contratação imposto pelas grandes empresas, dá margem para ter um atendimento diferenciado, não precisar repassar parte dos lucros e ainda, organizar uma rotina mais agradável para o profissional.

3. Aumentar o faturamento mensal

Com uma agenda organizada e controlada pelo próprio profissional, com valores e lucratividade prevista dentro da realidade dos atendimentos, o faturamento tende a ser maior.

Aliás, os ganhos estarão diretamente relacionados com os valores e a quantidade de atendimentos que o profissional está disposto a realizar. Por isso, o médico que é dono do próprio negócio pode gerir os seus ganhos e produtividades com mais assertividade.

Mas, não é só isso. A questão tributária também influencia diretamente no faturamento mensal do médico. Isso porque, quando o profissional é contratado como CLT, ele paga uma carga fixa de impostos e tributos referentes aos serviços prestados.

Médico abrir sua empresa

Com isso, quando o médico é PJ, a legislação tributária prevê uma carga diferenciada de impostos, variando com o tipo de tributação da empresa e os valores recebidos ao longo do período contábil.

Por isso, quando o médico decide abrir uma empresa, é importante contar com o suporte de um contador especializado na área de saúde para ajudar a decidir o enquadramento tributário e as outras questões relacionadas.

4. Foco no trabalho quando o médico abrir sua empresa

Quando o médico está disposto a abrir o seu próprio consultório ou uma empresa para atender clínica e hospitais, fica claro que ele pretende dar um direcionamento diferente para a sua carreira.

Renunciar à tranquilidade de bater o ponto e atender uma quantidade limitada diária de pacientes pode ser libertador para aqueles profissionais mais apaixonados pela carreira.

Por isso, os médicos com CNPJ tendem a focar no trabalho e desenvolver uma carreira mais direcionada nos pacientes e em especialidades diferenciadas.

Isso porque, muitos médicos que pretendem se dedicar a carreira de intensivista, por exemplo, além de fazer residência em hospitais, eles têm o foco de trabalhar em clínicas e hospitais que atendem urgência e emergência, principalmente com plantões noturnos e de final de semana.

5. Gestão financeira focada na carreira

Quando o médico opta por trabalhar como uma empresa, ele sabe que dependerá do seu empenho e gestão para conseguir gerir o seu negócio. Aliás, ser autônomo ou ter uma empresa para vender os seus próprios serviços, segue a mesma lógica do que empreender em qualquer outra área.

É preciso orientação e disciplina para gerir financeiramente a sua empresa. Afinal, reduzindo as burocracias com o auxílio de um contador especializado que poderá resolver as questões contábeis com maior facilidade.

Assim, com uma gestão financeira eficiente, o médico terá maior lucratividade com as suas atividades. Isso porque, batendo ponto e esperando o salário cair na conta no final do mês, o valor pode ser menor.

Mas, vale aqui lembrar que o médico que atua como uma empresa, precisa estar atento para as questões fiscais e tributárias. Evitando assim as multas e problemas com a justiça por sonegação de impostos, por exemplo.

Portanto, são tantas as vantagens de empreender como médico, que muitos profissionais que estão chegando ao mercado optam por abrir uma empresa e prestar serviços na sua área de especialidade.

Que tal, você é médico e vai abrir sua empresa? Entre em contato conosco da Escritax para conhecer os nossos serviços que vão facilitar a sua rotina.

1 comentário em “5 vantagens para o médico abrir sua empresa”

  1. Pingback: Imposto de renda para médicos – Blog Escritax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima