Empreender na medicina: 5 dicas para tomar essa decisão

Empreender na medicina tem sido cada vez mais o caminho escolhido pelos profissionais que ingressam no mercado de trabalho. Isso porque, não só a autonomia, mas a rentabilidade são os fatores que levam os médicos a optar pelo empreendedorismo.

Afinal, um negócio próprio, pode não só gerar uma renda mais alta, mas além disso, oferecer empregos e abrir as portas para criar uma empresa sólida e com o estilo que o profissional quer imprimir para a sua carreira.

No entanto, para empreender na área da medicina, é preciso mais que conhecimento médico, é necessário desenvolver habilidade técnicas de gestão, finanças, marketing e recursos humanos. Isso porque, é preciso saber gerir e expandir os negócios, que vão além da clínica médica.

Mas calma, confira 5 dicas importantes para ajudar na tomada de decisão de empreender na medicina. Descubra!

1. Defina seu público-alvo e a localização do consultório

O primeiro passo para empreender na medicina é entender quem serão os seus pacientes e qual a melhor localização do consultório para receber os pacientes.

Afinal, o local onde vai será montada a instalação da sua empresa será o norteador para criar um fluxo de pacientes e a organização da sua agenda de atendimentos.

Isso porque, as facilidades de localização e transporte até a sua clínica farão a diferença para número de pacientes que você possa vir a atender diariamente.

Então, entenda o público e defina qual é o lugar que seja facilitador para que os seus pacientes cheguem até você, analisando os hábitos de consumo e perfil de deslocamento desse público-alvo.

2. Pesquise a sua concorrência antes de empreender na medicina

Entendendo o seu público e a localização, é a hora de pesquisar a concorrência. Se você for um médico que atua em uma especialidade específica, busque as referências da sua área para entender como os seus concorrentes estão se comportando no mercado.

Descubra como eles atuam e quais são as possíveis brechas do mercado que você pode se tornar um diferencial para os seus pacientes. É preciso entender que ter muitos profissionais oferecendo o mesmo serviço que o seu não é um problema. Você precisar ser diferente e oferecer diferenciais que vão fidelizar os seus clientes.

Aliás, essa descoberta do “ponto certo” que você precisa atingir será uma excelente forma de destacar o seu consultório diante da concorrência, principalmente usando o marketing digital.

3. Invista em marketing digital para empreender na medicina

Como falamos anteriormente, ser diferente, inovador e atrativo para o seu público-alvo é uma forma de conquistar uma parcela do mercado. Para isso, você precisa estar no radar dos seus pacientes.

Com o uso do marketing digital, cada vez mais você poderá conversar e conquistar os seus pacientes, mostrando o diferencial dos seus serviços e, principalmente, ajudando os seus seguidores.

Os limites éticos

Claro, não esqueça que para estar nas redes sociais é preciso seguir as regras do Conselho Federal de Medicina, que impedem a divulgação de tratamentos ou procedimentos cirúrgicos, principalmente sem a anuência do paciente.

Mas, trazer dicas de bem-estar, saúde e boas práticas para o seu público é uma forma de cativar e engajar os seus seguidores, que tendem a se tornar pacientes em seu consultório.

Por isso, use a tecnologia a seu favor, dentro dos limites éticos e, assim, se mostre o seu diferencial profissional para pacientes ao redor do país.

Mas, não deixe de lado as técnicas de marketing direto que tornam o seu negócio mais relevante na sua região, cidade, bairro e, assim, aumentam os números de visitantes no seu consultório.

4. Conte com sócios e investidores

Principalmente em início de carreira, nem sempre é possível fazer um alto investimento para abrir um consultório e trabalhar todo o marketing necessário para se tornar uma referência para os seus pacientes.

Por isso, antes de iniciar um projeto, faça um estudo de viabilidade econômica e planeje todas as transições necessárias para o seu negócio até que ele esteja do tamanho e com a força no mercado que você considera estável.

Por isso, considere ter uma sociedade com profissionais de outras áreas da saúde e, até mesmo, que atuem em outras especialidades da medicina que não são o seu foco.

Assim, é possível suportar o alto investimento de abrir uma clínica médica que tenha um porte maior e com a estrutura adequada para atender os seus pacientes. Por isso, tenha metas realistas e planeje todos os passos a partir do estudo de viabilidade.

Então, investidores e sócios podem ser uma excelente opção, reduzindo os riscos, aumento o investimento e a oferta de serviços para os pacientes. Assim, também será mais fácil se tornar uma referência no mercado da saúde com maior facilidade.

5. Confie a contabilidade e burocracia para um profissional

Mesmo que você tenha um perfil empreendedor e desenvolva habilidades de gestão e administração, confie a questão contábil e tributária à uma empresa ou profissional especializado.

Isso porque, desde a confecção do contrato social até a escolha da tributação podem ser cruciais para inviabilizar o sucesso financeiro do seu negócio, se as escolhas não forem adequadas.

Por isso, conte com serviços de empresas de contabilidade especializadas na área da saúde, como a Escritax, que conta com profissionais preparados para atuar nesse mercado e darão o suporte necessário para abertura da empresa e a contabilidade ao longo dos meses de funcionamento.

Portanto, para não correr riscos com os trâmites tributários e financeiros, busque ajuda profissional. Aproveite para se concentrar nas questões médicas, administrativas e de marketing que são fundamentais para o sucesso do seu negócio.

Que tal, vai empreender na medicina? Então aproveite e conheça agora mesmo os serviços da Escritax!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima