Melhores estratégias na hora de abrir uma clínica odontológica

Abrir uma clínica odontológica obviamente não é uma brincadeira de criança. Isso porque, diferentemente do que muita gente pode pensar, um negócio de sucesso não se baseia em apenas oferecer os melhores serviços bucais, mas sim em focar em uma boa administração e em uma experiência excepcional para o paciente. 

Em outras palavras, é um fato que a maneira como um dentista administra sua empresa deixa impressões duradouras em seus clientes, além de ter um impacto significativo na retenção dos mesmos. 

Assim, se você está pensando em abrir um negócio na área, é preciso ter em mente que planejamento é fundamental. Portanto, fique com a gente até o final deste artigo e descubra estratégias eficazes para tirar seus planos do papel! 

Tudo começa pelo plano de negócios

Não há estratégia que se sustente na hora de abrir uma clínica odontológica se não houver um bom plano de negócios por trás. Se você não possui um ou não sabe sequer por onde começar, sem problemas! A tática é simples: coloque suas ideias no papel.  

Você precisa pensar em que tipo de negócio deseja criar, quais seus valores e objetivos. Em seguida, procure assistência, se necessário, para elaborar um plano detalhado, certificando-se de que ele inclua: 

  • Suas metas e objetivos; 
  • Os serviços que sua clínica disponibilizará; 
  • Uma boa pesquisa de mercado; 
  • Possíveis custos com aquisições de materiais, equipamentos e com operacional; 
  • Como você pretende administrar seu negócio; 
  • Quais as previsões financeiras para a empresa. 

Entenda o seu orçamento!

Esta é, muito provavelmente, uma das melhores estratégias na hora de abrir qualquer negócio, inclusive na área odontológica.  

Os custos de começar uma empresa do zero podem ser bastante expressivos. O que significa que é preciso ter um grande capital, ao qual poucas pessoas tem acesso. A consequência é uma busca desenfreada por fontes externas e financiamentos.  

O problema é que muitos profissionais podem subestimar estes custos iniciais, o que pode deixá-los no vermelho por meses e até mesmo anos.  

Logo, o ideal é estimar os investimentos para colocar sua clínica em funcionamento e sustentá-la operacionalmente por pelo menos um semestre. Também é recomendado antecipar qualquer despesa inesperada, para garantir que haja dinheiro disponível caso necessário. 

Planeje a compra de equipamentos

Determinar a compra de equipamentos no geral, como móveis, softwares e suprimentos, pode ser um processo demorado e caro.  

Por isso, é fundamental pesquisar sobre cada item, inclusive sobre novas tecnologias odontológicas, com o objetivo de obter os melhores preços, financiamentos e um treinamento adequado, caso necessário. 

Abrir uma clínica odontológica exige pessoas comprometidas 

É fundamental compreender que, sem uma equipe dedicada e comprometida, nenhuma empresa alcança seus objetivos.  

Por isso, na hora de contratar funcionários para a sua clínica odontológica, o ideal é seguir alguns princípios básicos. Afinal, você vai trabalhar com essas pessoas por um bom tempo (se tudo der certo, claro). 

Assim, comece se certificando de contratar indivíduos que estejam alinhados com os princípios do seu negócio, além de se mostrarem capazes de oferecer um serviço humanizado e respeitoso voltado para seus pacientes. 

Por se tratar de uma clínica, provavelmente você também precisará, em algum momento, de um número maior de dentistas ao seu lado. Nesta hora, não pense em contratar mão de obra barata, mas profissionais de qualidade, que lhe ajudarão a construir uma marca de respeito.  

Mostre a sua marca e facilite o agendamento de consultas

Não há o que discutir: sua clínica não terá sucesso sem pacientes. Por isso, quando o dia da inauguração do seu negócio estiver perto, é crucial divulgar a data e convidar seus primeiros “clientes” para uma visita.  

Considere também a implementação de um plano de marketing que anuncie a sua empresa localmente, principalmente online. Seguindo este pensamento, é importante criar um site profissional, que permita ao paciente o agendamento de consultas de modo remoto ou o direcione aos contatos comerciais.  

Contrate profissionais externos especializados em clínicas

Nem só de funcionários internos vive uma clínica odontológica. Nesta caminhada, você precisará de uma ajudinha externa para fazer tudo funcionar e se livrar de muitas dores de cabeça.  

Embora cortar gastos, ao menos neste momento, possa parecer a melhor escolha, há cargos que precisam ser ocupados para evitar que o seu tempo seja perdido e que a sua mente se “polua” com coisas das quais você muito provavelmente não compreende. 

Então, comece colocando na ponta do lápis os valores investidos mensalmente com os seguintes profissionais: 

  • Agência de comunicação (o que inclui, designers, social medias e especialistas em marketing); 
  • Programadores; 
  • Advogados; 
  • Contadores

3 dicas para abrir uma clínica odontológica com o pé direito 

Agora que você já conhece as principais estratégias para abrir uma clínica odontológica de sucesso, é hora de conferir algumas dicas para lhe ajudar no processo: 

  1. Destaque os diferenciais do seu negócio 

Para administrar uma clínica odontológica de sucesso, um dentista deve sempre anunciar quais serviços exclusivos ele pode oferecer aos seus pacientes.  

Portanto, o profissional precisa destacar o que diferencia a sua clínica das demais utilizando todos os recursos possíveis para isso, como panfletos, conteúdo em mídias sociais e até mesmo comerciais.  

Neste momento, o que vale é a criatividade (e um levantamento minucioso para descobrir onde está seu público-alvo). 

  1. Foque nos seus serviços…mas pense em crescimento 

Você não precisa oferecer todos os serviços possíveis aos seus pacientes. Na verdade, isso nem é recomendado em um primeiro momento. O ideal é focar nas suas especialidades, mas sem deixar possíveis melhorias de lado. 

Por isso, analise as necessidades de seus clientes, os diferenciais dos concorrentes e as novidades do mercado constantemente, procurando por serviços que possam agregar ao seu negócio. 

  1. Envolva-se 

Distribuir funções e contar com uma equipe de apoio é de extrema importância para fazer a sua empresa crescer. No entanto, quando você se envolve nas tarefas, o processo tende a ser mais humanizado.  

Logo, converse com seus funcionários constantemente, entenda suas demandas e procure ajudar na resolução de pendências (por menores que sejam). Literalmente, coloque a mão na massa! 

Assim, fica mais fácil visualizar possíveis problemas sem deixar que eles afetem seu negócio.  

Por fim, siga estas dicas e administre com sucesso sua clínica odontológica. Ah, e lembre-se sempre que um paciente é o maior ativo que um dentista pode ter.  

Precisando de ajuda para abrir seu consultório ou clínica? Então, não perca tempo e entre em contato com o time da Escritax! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima