Como diminuir a inadimplência em clínicas médicas?

Legalmente falando, uma pessoa que não cumpre com suas responsabilidades financeiras é classificada como inadimplente. Esse não cumprimento pode afetar as mais diversas áreas, inclusive a médica. Afinal, nem todo paciente utiliza plano de saúde ou pode pagar por consultas e procedimentos à vista.  

Quando há falta de pagamento, por sua vez, o fluxo de caixa é seriamente afetado, podendo comprometer consideravelmente a situação financeira da empresa, independentemente de seu porte.  

Mas, será que existe uma maneira de diminuir a inadimplência em clínicas? Se você estava procurando por uma resposta para essa questão, é só continuar com a gente durante este artigo e descobrir o que fazer neste caso. Vamos começar? 

Entenda o que é inadimplência na área da saúde 

Em uma pesquisa realizada recentemente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), foi constatado que até setembro de 2022, mais de 79,3% das famílias brasileiras encontravam-se endividadas. Ou seja, haviam deixado de arcar com seus compromissos. 

A inadimplência em clínicas médicas geralmente ocorre quando há prestação de algum tipo de serviço ou execução de procedimentos para pacientes que não podem pagar por eles (ou simplesmente se esquecem de fazê-lo). 

Razões pelas quais as despesas médicas não são pagas 

Entre as principais razões para que a inadimplência ocorra na área da saúde estão: 

  • Problemas financeiros; 
  • Não conhecimento das regras de seu plano de saúde. Ou seja, o paciente não entende o que é ou não coberto; 
  • Falta de informação sobre os custos dos procedimentos que, sendo maiores que o esperado, acabam deixados de lado no final do mês; 
  • Esquecimento. 

Quando um paciente deixa de pagar uma clínica por simplesmente esquecer da cobrança, é possível resolver a questão rapidamente. No entanto, os outros casos exigem um plano mais aprofundado, tanto de cobrança quanto de “cobertura” dos fundos da empresa. 

Quer acabar com a inadimplência em sua clínica? Seja transparente! 

O primeiro passo para diminuir a inadimplência em clínicas e consultórios médicos é garantir que a sua empresa seja 100% transparente com seus pacientes. O que isso significa? Sem cobranças nas entrelinhas! 

Qualquer pessoa que entrar em contato com a sua clínica procurando um agendamento precisa ser informada, assim que possível, sobre os valores exatos de seus procedimentos e se há ou não a necessidade de algum pagamento extra, como materiais, por exemplo. 

Também é preciso deixar claro o que é e o que não é coberto pelo plano de saúde. Embora tal informação seja repassada pelo próprio plano através de contrato, sabemos que muita gente não gasta alguns minutos para se inteirar do assunto.  

“Ok, mas essa não deveria ser uma responsabilidade da minha empresa.” 

Você pode até estar certo, mas pense conosco: se o repasse dessas informações pode garantir taxas menores de inadimplência, por qual motivo não fazê-lo?

Aprenda a diminuir de vez a inadimplência em sua clínica médica 

Abaixo, listamos algumas maneiras eficientes para garantir que o pagamento de seus pacientes ocorra no tempo certo e as finanças da sua clínica permaneçam em dia. Acompanhe: 

Amplie as formas de pagamento

Embora possa parecer um pouco arcaico, receber pelos atendimentos em dinheiro ainda é visto por muita gente como o modo mais seguro de garantir que o valor estará em suas mãos de imediato. No entanto, nem sempre as pessoas podem pagar à vista. Como resolver isso? Dando-lhes a opção de parcelamento! 

Isso porque, ao disponibilizar o pagamento através de parcelamento no cartão, você não perde o paciente e ainda pode ficar tranquilo, sabendo que o valor entrará em sua conta no tempo certo.  

Vale lembrar, aliás, que caso o paciente não pague a fatura do cartão, ele ficará inadimplente com o banco, não com a clínica.  

Envie lembretes

Agora, digamos que você ainda não disponibiliza o parcelamento no cartão de crédito como um dos meios de pagamento em sua clínica. Ou ainda, que utilize a cobrança através de boletos pós-procedimentos.  

Nestes casos, é fundamental ter um plano de ação para evitar os débitos. Uma das melhores maneiras de fazer isso é lembrando seus pacientes sobre a aproximação da data de vencimento do boleto, já que nem sempre a inadimplência ocorre de má-fé, mas por puro esquecimento.  

Para isso você pode: 

  • Enviar (ou reenviar) o boleto um ou dois dias antes da data limite para quitação; 
  • Enviar lembretes através de mensagens no celular; 
  • Lembrar os pacientes utilizando avisos de e-mail. 

É possível diminuir a inadimplência em clínicas sendo flexível

Você provavelmente já ouviu a pergunta “qual a melhor data de vencimento?”, acertamos? Pois, saiba que essa é uma excelente estratégia para garantir que o pagamento não atrase, já que nem todas as pessoas recebem seus salários no mesmo dia. Logo, elas podem se programar para pagar suas dívidas no tempo acertado. 

Uma boa dica é oferecer algumas datas pré-definidas para o paciente escolher, como no 5º, 10º ou 15º dia útil.  

Mantenha os dados dos pacientes atualizados

Muitas vezes, as pessoas passam por mudanças em suas vidas. Por isso, quando os pacientes retornam à sua clínica, o ideal é verificar se seus dados, como telefone, endereço e e-mail, ainda são válidos. 

Mantendo tais dados atualizados, entrar em contato fica muito mais fácil, principalmente quando ocorre algum atraso de pagamento. Caso contrário, recuperar o crédito pode ser uma tarefa complicada.  

Tenha um bom relacionamento com seus pacientes

Por mais óbvio que seja, é sempre bom ressaltar como o bom relacionamento entre os profissionais de saúde e seus pacientes pode refletir diretamente em uma possível negociação de dívidas.  

Desde que a comunicação entre ambas as partes seja realizada de forma íntegra, essas negociações tendem a ter um desfecho mais positivo. Logo, é fundamental trabalhar o pós-venda e priorizar sempre um atendimento de excelência.  

Diminuir a inadimplência em clínicas traz benefícios para todos! 

Melhores políticas de inadimplência em clínicas não são boas apenas para os resultados financeiros. A longo prazo, esses esforços podem permitir que os estabelecimentos ofereçam mais valor às suas comunidades, agregando serviços, contratando novos funcionários, melhorando as instalações e concentrando-se na prestação de cuidados de maior qualidade.  

Portanto, se você precisa de ajuda para realizar um controle certeiro do fluxo financeiro do seu negócio, aproveite para entrar em contato com os especialistas da Escritax agora mesmo! Vamos conversar? 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima