Posso abrir meu CNPJ de Psicologia com o endereço de casa? 

Possuir um negócio próprio é uma verdadeira realização na vida de boa parte dos profissionais. No entanto, tal feito inclui a necessidade de tomar decisões certeiras e bem pensadas sobre o futuro da empresa. No caso dos psicólogos, uma dúvida constante é: “como abrir meu CNPJ de psicologia?” 

Junto com esse questionamento, encontramos ainda uma segunda indagação: é possível realizar a abertura com o endereço de casa? Afinal, muitos formados desejam ingressar na área, mas nem todos conseguem um espaço próprio para os atendimentos rapidamente. 

Logo, se você é psicólogo e deseja entender melhor sobre o assunto, fique mais alguns minutos com a gente e descubra pontos importantes antes de se aventurar em meio a burocracia. Combinado? 

Abrir um CNPJ de psicologia com o endereço de casa é uma opção viável?

Embora algumas profissões não liberem este tipo de cadastro, não há qualquer impedimento com relação ao tema no Conselho Federal de Psicologia (CFP). O CFP, aliás, apenas exige que o local vinculado ao profissional apresente: 

  • Isolamento acústico, para manter a privacidade dos pacientes; 
  • Ventilação adequada; 
  • Iluminação apropriada; 
  • Móveis, como poltronas e sofás, que tragam conforto a quem frequenta o lugar; 
  • Brinquedos ou “espaço kids” (no caso de atendimentos voltados para crianças). 

Vamos frisar, aqui, o quesito “isolamento acústico”. Geralmente este é o maior empecilho para quem pretende realizar atendimentos psicológicos em sua própria residência. Isso porque, independentemente de as consultas serem online ou presenciais, é importante que nenhum outro morador ou vizinho seja capaz de escutar o que é falado entre quatro paredes. Chamamos isso de “sigilo profissional”. 

O que compreendemos então? Que sim, é possível cadastrar o CNPJ de psicologia com o endereço de casa, mas que para isso é preciso realizar certas adaptações.  

Por que muitos psicólogos preferem abrir um consultório longe de casa?

Certo, mas se é permitido abrir o CNPJ de psicologia com o endereço de casa, por qual motivo devo considerar um segundo endereço? Afinal, eu poderia economizar muito com a primeira opção. Não é mesmo? 

A resposta é sim. Porém, é necessário pensar, acima de tudo, na segurança do profissional. Ao trabalhar na área, o psicólogo pode vir a atender todos os tipos de pessoas, com os mais variados históricos e diagnósticos clínicos.  

Logo, trazer para sua residência, onde muitas vezes outras pessoas também moram, indivíduos instáveis, pode tornar o processo bastante arriscado para os envolvidos.  

Dicas práticas de como transformar sua casa em um consultório 

Se mesmo assim você decidir abrir seu CNPJ de psicologia com o endereço de casa, não há problemas. A seguir, daremos algumas dicas preciosas para que você faça isso da melhor maneira possível.  

Mas, antes de qualquer coisa, vamos dar uma breve olhada no que diz o Código de Ética Profissional do Psicólogo, divulgado pela COF, ou Comissão de Orientação e Fiscalização da área. Nele, é estabelecido que são deveres fundamentais do psicólogo: 

Art. 1º – adendo c: Prestar serviços psicológicos de qualidade, em condições de trabalho dignas e apropriadas à natureza desses serviços, utilizando princípios, conhecimentos e técnicas reconhecidamente fundamentados na ciência psicológica, na ética e na legislação profissional; 

Art. 9º É dever do psicólogo respeitar o sigilo a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas, grupos ou organizações, a que tenha acesso no exercício profissional. 

Com isso em mente, vamos às dicas: 

  • Garante a acesso adequado ao local, para que pacientes portadores de determinadas deficiências ou problemas de locomoção possam chegar à consulta sem problemas; 
  • Se possível, crie uma entrada secundária, para não misturar a residência e o consultório; 
  • Caso more em condomínio, consulte as regras do mesmo. Há casos onde nenhuma casa/apartamento pode ser utilizado para fins comerciais; 
  • Procure reservar uma sala apenas para os atendimentos, sem que haja outro uso para a mesma. Assim, qualquer estresse ou sobrecarga emocional ficarão reservados ao local, o que fará bem para a saúde do próprio profissional. 

Procurando uma terceira opção? Invista em um coworking! 

Coworking é um termo utilizado para descrever um espaço onde pessoas e empresas se reúnem para trabalhar de modo compartilhado.  

Os primeiros coworkings surgiram no início dos anos 2000 e, em pouco tempo, atraíram desde freelancers até grandes startups de tecnologia. 

Com o passar do tempo, tais espaços precisaram se adaptar às mudanças de mercado, criando opções de salas particulares para melhor atender seus “clientes”. Entre eles, aliás, existem diversos psicólogos e terapeutas.  

Mas, quais as vantagens de investir no aluguel de uma sala de coworking para atender meus pacientes? Descubra na lista que preparamos abaixo: 

  • Você não precisará se preocupar com a limpeza e manutenção do espaço, já que tais quesitos são de responsabilidade de quem gerencia o local; 
  • É possível escolher o coworking e sala que melhor se adaptam as suas necessidades, sem precisar realizar reformas; 
  • Se você preferir, é possível optar por um lugar que conte com o serviço de recepcionista. Ou seja, você não terá custos com mais um funcionário, e seus pacientes serão bem recebidos e acomodados até o horário marcado; 
  • Você não precisa pagar pela sala mensalmente (embora possa fazer isso). Assim, basta solicitar o espaço apenas nos horários em que há atendimentos agendados, diminuindo os custos mensais com locação; 
  • Se algum paciente não puder chegar até você, basta localizar um coworking mais próximo de sua residência e realizar o atendimento de maneira pontual; 
  • Por contar com diversos profissionais ao redor, o espaço de coworking também se torna mais seguro para o próprio psicólogo, que pode sinalizar caso precise de ajuda. 

O que concluímos sobre abrir um CNPJ de psicologia em casa?

Se você é um profissional em início de carreira e não pretende, pelo menos no momento, investir em um espaço comercial para realizar seus atendimentos, basta focar nos pontos citados no início deste artigo e adaptar sua residência às necessidades suas e de seus pacientes. 

No entanto, é indicado preservar sua casa e familiares, além de fazer a separação entre sua vida pessoal e seu trabalho.  

Neste caso, o mais indicado é procurar por um local a parte para abrir seu CNPJ de psicologia, como os coworkings.  

Se você não sabe qual a melhor opção para você, baseado em sua renda e despesas, não pense duas vezes e procure por contadores com anos de experiência na área da saúde, como os especialistas da Escritax. Para isso, basta entrar em contato agora mesmo através de nosso WhatsApp. Combinado? 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima