4 descuidos na contabilidade dos nutricionistas

Descuidos na contabilidade dos nutricionistas pode ser um grande prejuízo no bolso. Isso porque, as decisões podem ter impactos sobre os rumos do negócio.

Afinal, assim como outros profissionais, se a empresa não for controlada de maneira organizada e seguindo o planejamento, as consequências podem ser desastrosas para o caixa.

Aliás, seja para os nutricionistas que atuam como autônomo ou para aqueles que pretendem abrir um consultório, alguns descuidos precisam ser evitados.

Por isso, confira este post especial sobre os descuidos na contabilidade dos nutricionistas que podem prejudicar o orçamento!

1. Descuidos na contabilidade e fluxo de caixa

Começamos aqui por um dos descuidos mais comuns para todas as pequenas e médias empresas, incluindo aqui os nutricionistas.

Isso porque, é preciso ter organização e conhecimento total sobre todas as entradas e saídas de dinheiro que acontecem na empresa ao longo do mês.

Assim, elas precisam ser controladas e, ao final do período, vão revelar para o profissional se está o negócio está dando lucro ou prejuízo.

Portanto, principalmente em um momento de expansão dos negócios, onde o número de clientes e, assim, de atendimentos cresce rapidamente, é preciso não perder o controle.

Afinal, essa rigidez com as finanças vai determinar o caminho a ser percorrido ao longo dos próximos meses, se haverá reservas para investimentos, onde cortar gastos, entre outros detalhes.

Dica para controle de caixa

Você não precisa investir na compra de softwares para administrar o seu fluxo de caixa, mas não é preciso também voltar aos livros de balanço.

Crie uma planilha simples, com quatro colunas, em uma delas você vai colocar a data, na outra identificar a operação realizada e, nas demais, os valores de entrada e saída.

Por exemplo, compras com materiais de escritório, você insere o valor na coluna saída, R$10. Atendimento paciente “x”, na data “y”, aí você insere o valor na coluna entrada.

2. Atenda as exigências legais

Seja um consultório de nutricionista, atuando como autônomo ou PJ você precisa cumprir as exigências legais para o tipo de negócio escolhido.

Não basta só sair atendendo os pacientes e deixar a burocracia de lado, isso pode custar caro no futuro, já que a Receita Federal sempre volta para cobrar os impostos.

Portanto, não descuide como muitos empreendedores fazem, principalmente no começo, porque isso pode mudar a história dos seus negócios.

Assim, entenda os passos para constituir a sua empresa e começar os negócios:

  • verifique se você está com a habilitação e registro ativo junto ao Conselho Federal de Nutricionistas (CFN);
  • solicite a abertura da empresa, emissão de alvará de funcionamento e a abertura do CNPJ;
  • em caso de consultório, cada município exige uma série de licenças e documentos para liberar o funcionamento, por isso, busque a informação junto a prefeitura.

Com essa documentação em mãos, é possível que você organize a sua agenda de atendimento, sejam eles online ou presencial, para oferecer aos seus clientes nota fiscal e os comprovantes do pagamento pelo serviço oferecido.

Lembre-se, a melhor forma de expandir o seu negócio e, assim a sua carreira, é seguindo as regras fiscais e tributárias. Isso pode evitar muitos prejuízos!

3. Utilize um contador especializado na área da saúde

É muito importante contar com o auxílio de profissionais especializados em contabilidade para área da saúde para dar o suporte contábil necessário para a sua empresa.

Isso porque, a administração contábil não é tão simples quanto parece, vai além do fluxo de caixa da empresa e, por isso, pode ser o “calcanhar de Aquiles” do seu negócio.

Então, para não correr o risco de errar na escolha tributária e no formato que a sua empresa deve ter, desde o planejamento do seu negócio, conte com esse apoio especializado.

A gestão contábil e financeira talvez possa ser um dos grandes desafios de um consultório de nutricionista ou para um profissional autônomo que está buscando a formalização.

Vale lembrar que fazer a formalização traz mais segurança para o nutricionista e, seguindo o modelo tributário adequado, faz com que o profissional pague menos impostos pelo serviço oferecido.

Mas, para saber tudo isso, é preciso ter o conhecimento necessário sobre as leis tributárias e as definições orçamentárias prevista para o correto enquadramento.

Se essa não é sua a praia, deixe que profissionais especializados gerenciem essa parte do seu negócio.

4. Emissão de nota fiscal, um dos descuidos na contabilidade

Um descuido ou uma tentação para os pequenos empreendedores é evitar a emissão de nota fiscal, principalmente, quando os serviços prestados são pequenos ou, por assim dizer, de baixo valor.

Mas, para se profissionalizar e tornar o seu negócio grande, é preciso emitir notas de qualquer valor, para garantir que toda a sua contabilidade funcione da maneira adequada.

Afinal, ela é parte do fluxo de caixa da empresa e, tem como função, demonstrar oficialmente entrada e saídas durante o período.

Além disso, elas são essenciais na hora de fazer a declaração de Imposto de Renda, onde é preciso comprovar para a receita, como o dinheiro foi parar na sua conta e, quando sai, para onde ele foi.

Portanto, a emissão de nota fiscal deve ser realizada a cada serviço realizado. E, ao mesmo tempo, quando você contratar um serviço, é necessário que você tenha a nota comprovando a transação.

Aliás, não se preocupe em emitir notas demais ou de menos. Você tem um limite de lucratividade a ser respeitado dentro da sua escolha tributária.

Mas, caso ultrapasse aquilo que foi decidido inicialmente, você não será penalizado, apenas fará a mudança de opção por tributação.

Fique calmo, isso é assunto para um próximo post, mas vamos explicar tudo sobre contabilidade para os profissionais da nutrição.

Que tal, gostou do post sobre os descuidos na contabilidade dos nutricionistas? Então aproveite a visita e entenda por que esse profissional não pode ser um MEI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima